Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial Acesso à InformaçãoAcesso à Informação Acordos e Termos de Cooperação TécnicaAcordos e Termos de Cooperação Técnica Página Inicial13/013 - EPL x PNUD/BRA
Quem Somos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Fale Conosco

Projeto de Cooperação Técnica Internacional nº 13/013 - EPL x PNUD/BRA (Ativo)

Status: Ativo

Em 2013, a Empresa de Planejamento e Logística S/A - EPL e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD, firmaram o Acordo de Cooperação Técnica Internacional para viabilização do projeto de proposição de modelos de gestão da melhora de eficiência econômica, social e ambiental para o planejamento do sistema de transportes brasileiro. Este projeto visa dotar a EPL de instrumentos técnicos para o planejamento e gestão do transporte do Brasil.

Em 2013, a Empresa de Planejamento e Logística S/A – EPL e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD, firmaram o Acordo de Cooperação Técnica Internacional para viabilização do Projeto de Proposição de Modelos de Gestão da Melhora de Eficiência Econômica, Social e Ambiental para o Planejamento do Sistema de Transportes Brasileiro. Este Projeto visa dotar a EPL de instrumentos técnicos para o planejamento e gestão do transporte no Brasil. Diante disso, o PNUD, torna público, para o conhecimento dos interessados os editais de seleção para contratação de pessoas físicas na modalidade produto no âmbito do Projeto PNUD/BRA 13/013.

Os candidatos que se interessarem devem encaminhar curriculum vitae para o e-mail selecao@epl.gov.br descrevendo no título e corpo os detalhes necessários para identificação da seleção que deseja concorrer. O consultor selecionado formalizará um Contrato de Consultoria por Produto com o PNUD e deverá aplicar seus conhecimentos conforme estabelecido no Termo de Referência a ele atribuído.

Em atenção às disposições do Decreto nº 5.151, de 22 de julho de 2004 é vedada a contratação, a qualquer título, de servidores ativos da Administração Pública Federal, Estadual, do Distrito Federal ou Municipal, direta ou indireta, bem como de empregados de suas subsidiárias e controladas, no âmbito dos projetos de cooperação técnica internacional. A qualquer tempo, os presentes editais poderão ser alterados, revogados ou anulados, no todo ou em parte, seja por decisão unilateral da Coordenação Nacional do Projeto, seja por interesse público ou de exigência legal, sem que isso implique em direitos a indenização e/ou reclamação de qualquer natureza. Estas contratações serão efetuadas mediante processo seletivo simplificado (análise de currículo e entrevista), a ser realizado com currículos válidos e maior pontuação, sendo exigida, destes profissionais, a comprovação da habilitação profissional e da capacidade técnica ou científica compatível com os trabalhos a serem executados.