Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Rodovias BR-116/493 RJ/MG (CRT) 

Voltar para: Página Inicial ProdutosProdutos EPL nas ConcessõesEPL nas Concessões ConcessõesConcessões Página InicialRodovias BR-116/493 RJ/MG (CRT)
Quem Somos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Fale Conosco
SETOR
Rodovias
STATUS DO PROJETO
Em andamento
UF(s)
RJ
LOCALIZAÇÃO
Municípios de Duque de Caxias (a partir do entroncamento com a BR-040/RJ), Magé, Guapimirim, Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto e Sapucaia, indo até a divisa com Minas Gerais, próximo à cidade de Além Paraíba.
CAPACIDADE
711,0 km
ELABORAÇÃO
ANTT, MINFRA e EPL
PARTICIPAÇÃO DA EPL
Estudos elaborados pela EPL e IFC
PRAZO
30 anos

Informações do projeto

O projeto do trecho da BR-116/RJ (Rodovia Santos Dumont), localizado na região onde estão os municípios de Duque de Caxias (a partir do entroncamento com a BR-040/RJ), Magé, Guapimirim, Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto e Sapucaia, indo até a divisa com Minas Gerais, próximo à cidade de Além Paraíba, está implantado numa extensão de 142,5 km. Atualmente, o empreendimento é administrado pela Concessionária Rio-Teresópolis (CRT).

O volume médio diário de veículos é de aproximadamente 23.000, sendo realizadas, em média, 40 ocorrências, entre médicas e mecânicas, por dia. Ao longo da via, 40,4 km são de pistas duplas, na Baixada Fluminense; 14 km de pistas simples, na Serra dos Órgãos e outros 88 km de pistas simples, entre Teresópolis e Além Paraíba.

A concessão atual vencerá em 2021 e esta rodovia junto com outras duas rodovias (BR-040/MG/RJ e BR-116/RJ/SP) são estratégicas, pela extensão e pelo volume de tráfego, e devem ser estudadas conjuntamente de maneira a se definir o modelo que gere maior valor aos ativos.

No estudo de pré-viabilidade o escopo do empreendimento foi aumentado para 711 km, incluindo-se: o trecho completo da BR-493/RJ (76 km + 26 km), 410 km da BR-116/MG e 56 km da BR-116/SP/RJ (Entrocamento da Av. Brasil até Viúva da Graça).

De acordo com o estudo de pré-viabilidade, estão previstos investimentos por volta de R$ 8 bilhões e custos operacionais estimados em aproximadamente 5 bilhões, o que totaliza cerca de R$ 13 bilhões a serem aplicados no sistema viário ao longo da concessão.

A CRT é responsável pela operação da BR-116/RJ ao longo de sete municípios fluminenses, até a divisa com Minas Gerais. A rodovia já recebeu mais de R$ 2,0 bilhões em investimentos em obras, serviços e operação até dezembro de 2016 . Parte da BR-116/RJ é coincidente com a BR-493/RJ, rodovia conhecida como Arco Metropolitano do Rio de Janeiro.

Os investimentos decorrentes da nova concessão resultarão na melhoria do nível do serviço ofertado, assegurando maior fluidez e confiabilidade.  Ainda, impactarão favoravelmente na segurança do transporte de carga e de passageiros, reduzindo a ocorrência de avarias e acidentes, bem como influenciando no tempo de viagem e no custo logístico.

O projeto foi qualificado para compor o portfólio de projetos do Programa de Parcerias de Investimentos durante a 2ª Reunião do Conselho do PPI. A qualificação sinaliza o início dos estudos para a realização de uma nova concessão, a ser implantada ao término do contrato atual.