Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ImprensaImprensa NotíciasNotícias Página InicialNo Senado, ministro da Infraestrutura apresenta principais projetos para o setor de transportes. EPL conduz estudos para diversos modais
Quem Somos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Fale Conosco

No Senado, ministro da Infraestrutura apresenta principais projetos para o setor de transportes. EPL conduz estudos para diversos modais

27 de fevereiro de 2019

No Senado, ministro da Infraestrutura apresenta principais projetos para o setor de transportes. EPL conduz estudos para diversos modais

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, defendeu, durante audiência pública no Senado Federal, a ampliação de parcerias com o setor privado e a necessidade de se diversificar a política de transportes no Brasil. A audiência foi realizada na Comissão de Serviços de Infraestrutura nesta terça-feira (26).

Segundo o ministro, para atrair mais investimentos o país precisa mostrar aos investidores estrangeiros que os projetos estão bem estruturados e com total segurança jurídica.

Freitas ressaltou que a equalização da matriz de transportes é um objetivo perseguido pelo Ministério e apresentou projetos em andamento para o setor de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos.

Entre os projetos apresentados pelo ministro estão os leilões de arrendamento de dez áreas portuárias destinadas à movimentação de GLP (combustíveis). Quatro desses projetos foram estruturados pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL), sendo três em Cabedelo, na Paraíba, e um em Vitória, no Espírito Santo.

Os terminais paraibanos (AI - 01, AE - 10 e AE - 11) vão movimentar cerca R$ 71 milhões em investimentos. Já para o terminal capixaba VIX - 30 são estimados R$ 128 milhões em investimentos.

Na audiência, o ministro antecipou aos senadores que, em breve, mais três terminais portuários serão qualificados pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI): dois no Porto de Paranaguá, no Paraná, destinado à movimentação de veículos e celulose, e um no Porto de Santos, em São Paulo, para movimentação de líquidos.

Para o setor rodoviário, Freitas apresentou aos senadores trechos qualificados na carteira do PPI para serem licitados: BR-364/RO, BR-152/282/470/SC e SC-412, BR-080/153/414 GO/TO, BR 364/365/GO/MG, CRT BR 116/RJ, CONCER BR-040/MG/RJ, NOVADUTRA BR-116/RJ/SP e BR-101/SC. Os oito trechos totalizam um investimento de R$ 47 bilhões e também tiveram os estudos realizados pela EPL.

O leilão de 1.537 quilômetros da Ferrovia Norte-Sul (FNS), marcado para o dia 28 de março, também teve os estudos estruturados pela EPL. A previsão de investimentos no trecho entre a cidade de Porto Nacional, no Tocantins, e Estrela D’Oeste, em Goiás, é de R$ 2,7 bilhões.

 

 

Galeria

  • No Senado, ministro da Infraestrutura apresenta principais projetos para o setor de transportes. EPL conduz estudos para diversos modais