Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ImprensaImprensa NotíciasNotícias Página InicialMinistro da Infraestrutura anuncia EPL para estruturação de rodovia no TO
Quem Somos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Fale Conosco

Ministro da Infraestrutura anuncia EPL para estruturação de rodovia no TO

18 de outubro de 2019

Ministro da Infraestrutura anuncia EPL para estruturação de rodovia no TO

A Empresa de Planejamento e Logística – EPL será a responsável por realizar os estudos de viabilidade econômica para o trecho de 84,1 quilômetros da rodovia conhecida como Transbananal, no Tocantins. O anúncio foi feito pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, durante a audiência pública que debateu a construção da rodovia, realizada nesta sexta-feira (18), na cidade de Gurupi/TO.

Segundo o ministro, o trabalho da EPL será entregue em 2020. “Vamos estudar qual a melhor forma de fazer a rodovia, se é por meio de PPP [Parceria Público Privado] ou de investimento público. Se após os estudos não houver interesse para o investidor, essa obra será pública", garantiu.

O diretor-presidente da EPL, Arthur Lima, acompanhou a audiência e afirmou que a empresa possui a experiência e a capacidade técnica necessárias para a estruturação do projeto. O trabalho da empresa irá analisar a situação atual da logística na região, traçar as melhores soluções para a nova rodovia e produzir os estudos necessários para o empreendimento.

Além do governador do Tocantins, Mauro Calesse, e do governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, participaram do debate parlamentares estaduais e federais, lideranças indígenas e prefeitos dos municípios da região.

Eficiência – O trecho em discussão faz parte da TO-500, que liga a BR-242, a partir do estado da Bahia, atravessa o Tocantins e termina no oeste do Mato Grosso. A expectativa é que a nova rodovia possa reduzir os custos de transportes para o escoamento da produção agrícola para os portos de Salvador e Maranhão.