Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ImprensaImprensa NotíciasNotícias Página InicialMInfra assina contratos de arrendamentos portuários com estudos realizados pela EPL
Quem Somos
Comissão de Ética
Estatuto Social Galeria de Diretores
Gestão de Pessoas
Lei Nº 12.743 - Criação da EPL Missão, Visão e Valores Estrutura Organizacional
Rol de Responsáveis
Colegiados (COAUD, CONFIS e COELE)
Regimento Interno Regulamentos Internos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Transparência e Prestação de Contas

MInfra assina contratos de arrendamentos portuários com estudos realizados pela EPL

14 de maio de 2021

MInfra assina contratos de arrendamentos portuários com estudos realizados pela EPL

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinou nesta sexta-feira (14) o contrato de três arrendamentos de terminais portuários, referente a leilões ocorridos em dezembro de 2020.

A Empresa de Planejamento e Logística (EPL) foi responsável pelos estudos técnicos que viabilizaram o arrendamento das áreas. O trabalho da estatal atualizou as premissas de mercado, e aprimorou metodologias que asseguram a segurança jurídica dos contratos de arrendamentos portuários.

O evento contou com a participação do diretor-presidente da EPL, Arthur Lima, do secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, e do diretor-geral da ANTAQ, Eduardo Nery.

O ministro Tarcísio de Freitas ressaltou que a assinatura desses contatos mostra a confiança do empresariado. Os bons resultados são graças à competência do time técnico envolvido nos projetos.

“O setor portuário será uma das alavancas de oportunidades e investimentos significativos na infraestrutura do país”, comentou Tarcísio.

Para o diretor-presidente da EPL, Arthur Lima, a empresa continua trabalhando nos projetos que apresentam melhor modelagem e são mais atrativos para o mercado.

“A assinatura concretiza a qualidade da estruturação feita pela EPL para esses três terminais e mostra que somos a caixa de ferramentas do Ministério da Infraestrutura, capazes de desenvolver o planejamento de longo prazo do Brasil e desenhar projetos responsáveis por gerar milhares de empregos.”

Portos – Os terminais públicos arrendados ATU12 e ATU18, localizados no porto Aratu/Candeias, na Bahia irão atrair R$ 648,5 milhões em investimentos para a construção de novos galpões de armazenagem, dragagem de canal, recuperação e modernização de equipamentos. Os terminais movimentam granéis vegetais e minerais.

No porto de Maceió (AL), o terminal MAC10, especializado na movimentação de graneis líquidos, receberá R$ 12,7 milhões. O investimento será em instalações e equipamentos necessários para sua operação, como tanques de armazenagem, dutos, sistemas de expedição rodoviária e praça de bombas para propiciar a implantação da capacidade estática projetada.