Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ImprensaImprensa NotíciasNotícias Página InicialEPL tem carteira de projetos para 2022 que pode atrair mais de 200 bilhões em investimentos
Quem Somos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Fale Conosco

EPL tem carteira de projetos para 2022 que pode atrair mais de 200 bilhões em investimentos

17 de julho de 2019

EPL tem carteira de projetos para 2022 que pode atrair mais de 200 bilhões em investimentos

O Ministério da Infraestrutura divulgou no início desta semana um balanço das entregas realizadas nos 180 primeiros dias de governo e o portfólio de ações a serem concluídas até o ano de 2022. A carteira de projetos é robusta e contempla diversos modos de transporte com concessões e obras públicas que vão atrair investimentos e gerar empregos no País.

Vinculada ao Ministério da Infraestrutura, a Empresa de Planejamento e Logística – EPL tem entre suas responsabilidades a missão de estruturar os projetos de concessão de rodovias, ferrovias e portos. Somados, os investimentos previstos nas concessões têm potencial para atingir mais R$ 200 bilhões.

Um exemplo é o arrendamento de dois terminais portuários em Santos (SP) e um em Paranaguá (PR), com leilão marcado para o dia 13 de agosto. Os estudos de viabilidade dos projetos foram desenvolvidos pela EPL e a previsão é de que os terminais recebam R$ 433 milhões em investimentos.

Além disso, a EPL trabalha para estruturar a concessão de mais oito terminais e a desestatização do Porto de São Sebastião (SP), com investimentos previstos em cerca de R$ 4 bilhões.

No setor rodoviário, a EPL é responsável pelo acompanhamento e estruturação de diversas concessões. A Empresa trabalha em ritmo acelerado para viabilizar projetos de mais de 16 mil km de rodovias com potencial de atrair mais de R$ 140 bilhões em investimentos.

A retomada do transporte de cargas sobre trilhos é uma das metas do governo do presidente Jair Bolsonaro. Para isso, a EPL também atua em projetos que vão destravar o setor ferroviário, como as concessões das ferrovias Ferorogrão, Ferrovia de Integração Oeste-Leste, da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste e da Ferrovia Rio – Vitória, com previsão de investimentos que ultrapassam os R$ 50 bilhões.

Para o diretor-presidente da EPL, Arthur Lima a participação da EPL na estruturação de concessões tão importantes para o País demonstra a relevância da empresa para o setor de transportes. 

“A EPL presta serviços da mais alta qualidade que vão transformar a infraestrutura e a logística do Brasil. São projetos com a qualidade exigida pelos investidores, mas principalmente que atendem às necessidades do País.”

Veja aqui a lista de projetos do portfolio do Ministério da Infraestrutura e que têm a atuação da EPL:

Setor aquaviário:

Quatro terminais portuários em Itaqui (MA) – IQI 03, IQI 11, IQI 12 e IQI 13;

Um terminal portuário em Santos (SP) – STS 14;

Um terminal portuário em Suape (PE) – SUA 01;

Um terminal portuário em Paranaguá (PR) – PAR 12;

Desestatização do Porto de São Sebastião (SP).

Setor rodoviário:

Rodovia BR-381/262/MG/ES (672 km);

Rodovia BR-163/230/MT/PA (970 km);

Rodovia BR-153/080/414/GO/TO (851 km);

Rodovia BR-364/RO/MT (806 km);

Rodovia BR-153/282/470/SC e SC-412 (515 km);

Rodovia BR-116/493/RJ (711 km);

Rodovia BR-040/495/RJ/MG (180 km);

Rodovia BR-116/465/101/RJ/SP (402km);

Rodovia Rodovias Integradas do Paraná (4,1 mil km);

Estudos para 15 trechos que totalizam mais 7,2 mil km de rodovias em 13 Estados (BR-101/NE, BR-116/304/CE/RN, BR-230/PB, BR-232/PE, BR-116/BA/PE, BR-235/SE, BR-020/DF/GO/BA, BR-116/MG, BR-251/MG, BR-364/MT/RO, BR-364/060/MT/GO, BR-452/GO, BR-282/SC, BR-158/392/RS e BR-116/290/RS).

Setor ferroviário:

Ferrogrão (933 km)

Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Ilhéus – Caetité) - (537 km);

Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Água Boa- Mara Rosa) - (383 km);

Ferrovia Rio – Vitória (577 km).