Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ImprensaImprensa NotíciasNotícias Página InicialEPL entrega estudos para arrendamento de três terminais portuários no Porto de Paranaguá (PR)
Quem Somos
Comissão de Ética
Estatuto Social Galeria de Diretores
Gestão de Pessoas
Lei Nº 12.743 - Criação da EPL Missão, Visão e Valores Estrutura Organizacional
Rol de Responsáveis
Colegiados (COAUD, CONFIS e COELE)
Regimento Interno Regulamentos Internos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Transparência e Prestação de Contas

EPL entrega estudos para arrendamento de três terminais portuários no Porto de Paranaguá (PR)

07 de julho de 2021

EPL entrega estudos para arrendamento de três terminais portuários no Porto de Paranguá (PR)
A Empresa de Planejamento e Logística enviou ao Ministério da Infraestrutura os estudos de viabilidade para o arrendamento de três terminais portuários no Porto de Paranaguá (PR). As áreas denominadas PAR 09, PAR 14 e PAR 15 são destinadas à movimentação e armazenagem de granéis sólidos vegetais, principalmente soja, farelo de soja, milho e açúcar. 

A estimativa é de que o arrendamento dos três terminais resulte em novos investimentos na ordem de R$ 750 milhões ao longo do prazo contratual. O prazo previsto para os contratos é de 25 anos para os terminais PAR 09 e 15  e de 24 anos para o terminal PAR 14. 
 
O Porto de Paranaguá é um dos maiores portos graneleiros da América Latina. O Complexo Portuário de Paranaguá e Antonina é o segundo porto exportador de soja, farelo de soja, e açúcar e o quinto no volume exportado de milho, respondendo por aproximadamente 17,81% das exportações de soja, 33,74% das de farelo de soja, 16,00% das de açúcar e 7,40% das de milho (Fonte: ComexStat, 2020).

Trabalhos – Em fevereiro deste ano, uma equipe da EPL realizou visita técnica aos terminais para uma avaliação sobre as estruturas existentes, questões mercadológicas e das características ambientais do projeto. O trabalho para a realização dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental também apresenta o potencial de demanda de cada terminal e as soluções de engenharia necessárias para os empreendimentos, além da modelagem econômica financeira. 
 

Após a análise dos estudos pelo Ministério, o projeto segue para etapa de audiência pública, que é conduzida pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ). A estimativa é de que a abertura da audiência pública ocorra no final do mês de julho/21.