Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ImprensaImprensa NotíciasNotícias Página InicialEPL debate concessões paranaenses com parlamentares
Quem Somos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Fale Conosco

EPL debate concessões paranaenses com parlamentares

10 de março de 2020

EPL debate concessões paranaenses com parlamentares

Os estudos em desenvolvimento pela Empresa de Planejamento e Logística - EPL para concessões rodoviárias no Paraná foram apresentados pelo diretor-presidente da empresa, Arthur Lima, a deputados federais do estado na tarde desta terça-feira (10). O projeto reúne quatro mil quilômetros de rodovias federais e estaduais cujas concessões atuais vencem em 2021.

Durante o encontro, a bancada de deputados pôde ver o andamento dos trabalhos e as características técnicas da modelagem proposta pela EPL, com vistas a garantir a financiabilidade do projeto.  Lima explicou que o principal objetivo do projeto é garantir um contrato que seja viável ao longo de 30 anos e que atenda aos anseios da população paranaense.

“A tarifa será mais baixa do que é hoje. Buscamos fazer um projeto que garanta um preço mais baixo para o usuário, assim como a garantia de que os investimentos serão de fato feitos. Conhecemos a angústia do povo paranaense e o anseio por uma redução do pedágio e vamos garantir que a população seja beneficiada nessa nova etapa”, explicou.

Diálogo – Os parlamentares tiveram a oportunidade de apresentar demandas ao projeto, como redução da tarifa de pedágio e inclusão de trechos considerados por eles prioritários. As rodovias que serão concedidas interligam o Porto de Paranaguá, a região metropolitana de Curitiba, as regiões oeste e norte do estado e a Ponte da Amizade, na fronteira com o Paraguai.

Na próxima semana, a EPL participará de uma nova rodada de divulgação do projeto no Paraná. O grupo de trabalho, composto por integrantes dos governos federal e estadual, percorrerá parte da malha em estudo e fará reunões com técnicos do setor de transportes para esclarecer dúvidas sobre a nova concessão.