Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ImprensaImprensa NotíciasNotícias Página InicialConcessão de terminal portuário estruturado pela EPL tem contrato assinado
Quem Somos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Fale Conosco

Concessão de terminal portuário estruturado pela EPL tem contrato assinado

30 de janeiro de 2020

Concessão de terminal portuário estruturado pela  tem contrato assinado

Nesta quarta-feira (29), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participou da assinatura o contrato de concessão do terminal STS 20, localizado no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. O terminal foi arrematado em leilão pela Hidrovias do Brasil S/A em agosto de 2019 e rendeu R$ 112,5 milhões em outorgas ao Governo Federal.

O projeto para o arrendamento da área de mais de 29 mil metros quadrados com três armazéns foi realizado pela Empresa de Planejamento e Logística – EPL. A empresa atuou para atualizar de premissas de mercado e aprimorar as metodologias utilizadas de forma a garantir a segurança jurídica do contrato de concessão dentro dos parâmetros do Programa de Parcerias de Investimentos – PPI.

Para a modernização do terminal serão investidos mais de R$ 200 milhões em para obras como construção de armazéns, reforço do cais público, dragagem de aprofundamento, derrocamento do berço de atracação. Também estão previstos no projeto a aquisição de equipamentos para descarregamento de navios e para transporte de fertilizantes, além da instalação de balanças rodoviárias.

Para o ministro, a competitividade do leilão o demonstrou a confiança do setor nos projetos oferecidos pelo governo.

"Nós estamos celebrando o contrato do STS20 e quero agradecer à Hidrovias do Brasil por ter entrado nesse leilão. Foi um leilão disputado e isso indica confiança. Significa que o investidor está confiando naquilo que nós estamos fazendo, confiando no destino do Brasil, condução econômica, confiando que estamos na direção certa", disse o ministro.