Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ComunicaçãoComunicação NotíciasNotícias Página InicialCom estudos realizados pela EPL, Rodovia de Integração do Sul será leiloada amanhã
Acesso à Informação
Institucional
Atividades Finalísticas
Legislação
Comunicação

Com estudos realizados pela EPL, Rodovia de Integração do Sul será leiloada amanhã

31 de outubro de 2018

Com estudos realizados pela EPL, Rodovia de Integração do Sul será leiloada amanhã

O leilão para conceder os 473,4 quilômetros da Rodovia de Integração do Sul (RIS) será realizado amanhã (01/11) na bolsa de valores B3, em São Paulo.

Composta pelas rodovias BR-101, 290, 386 e 448, no Rio Grande do Sul, o projeto da RIS foi ajustado pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL) com base em dados técnicos qualificados e projeções de demanda e investimentos necessários obtidos com rigor e confiabilidade.

Os estudos técnicos realizados pela EPL otimizaram a modelagem proposta para o projeto, tornando-o mais adequado para prestação de serviço público aos usuários da rodovia. São previstos investimentos da ordem de R$ 7,8 bilhões ao longo dos 30 anos de contrato. 

O processo de licenciamento ambiental para a BR-386/RS, que integra a RIS, também é responsabilidade da EPL e já está em andamento. O Estudo de Impacto Ambiental e seu respectivo Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) já foram protocolados pela empresa no Ibama.

A futura concessionária será responsável pela exploração da infraestrutura e pela prestação do serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade do trecho total.

O empreendimento faz parte do Programa Avançar Parcerias (PPI) e teve o edital publicado em português e em inglês para facilitar a participação de empresas estrangeiras.

Poderão participar do leilão, isoladamente ou em consórcio, empresas brasileiras ou estrangeiras, entidades de previdência complementar e fundos de investimento.

De acordo com as regras previstas no edital, as empresas/consórcios tinham até a data de ontem (30) para apresentar as propostas escritas. O vencedor será aquele que ofertar o menor valor de Tarifa Básica de Pedágio, ou seja, que der o maior deságio em relação ao valor da tarifa-teto, definida no edital em R$ 7,24.

Os grupos que apresentarem valor abaixo de R$ 6,516, terão que aportar capital social adicional. Esse novo mecanismo tem por objetivo garantir propostas sustentáveis.

A abertura dos envelopes com as propostas será transmitida ao vivo pela internet e pode ser acompanhada aqui.