Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ComunicaçãoComunicação NotíciasNotícias Página InicialCom estudos realizados pela EPL, leilão da Rodovia de Integração do Sul tem deságio de 40,53 por cento
Acesso à Informação
Institucional
Atividades Finalísticas
Legislação
Comunicação

Com estudos realizados pela EPL, leilão da Rodovia de Integração do Sul tem deságio de 40,53 por cento

01 de novembro de 2018

Com estudos realizados pela EPL, leilão da Rodovia de Integração do Sul tem deságio de 40,53 por cento

A concessão da Rodovia de Integração do Sul (RIS) foi leiloada na manhã desta quinta-feira (01), na bolsa de valores B3, em São Paulo.

O projeto da RIS, que é composta pelas rodovias BR-101, 290, 386 e 448, no Rio Grande do Sul, foi ajustado pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL) com base em dados técnicos qualificados e projeções de demanda e investimentos necessários obtidos com rigor e confiabilidade.

A vencedora foi a Companhia de Participações em Concessões, do grupo CCR, que ofertou 40,38% de deságio sobre o valor-teto da tarifa de R$7,24, o que resulta em um valor de tarifa fixado em R$ 4,30.

Pelo contrato, a concessionária deve realizar investimentos da ordem de R$ 7,8 bilhões ao longo de 30 anos.

O diretor-presidente da EPL, Jorge Bastos, esteve presente no certame e ressaltou que o sucesso do leilão irá abrir caminho para que o Governo Federal realize novas concessões para a infraestrutura de transportes do país.

“A EPL continua a desenvolver e estruturar projetos para que o governo possa lançar novos editais. São projetos feitos dentro dos mais altos padrões técnicos de qualidade e viabilidade.”

Já o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, afirmou que o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) lançará, até o fim do ano, novos editais para projetos que serão leiloados no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

O processo de licenciamento ambiental para a BR-386/RS, que integra a RIS, também é responsabilidade da EPL e já está em andamento.