Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ImprensaImprensa NotíciasNotícias Página InicialCom consultoria da EPL, Mato Grosso do Sul realiza leilão de rodovia estadual
Quem Somos
Acesso à Informação
Produtos
Governança
Imprensa
Fale Conosco

Com consultoria da EPL, Mato Grosso do Sul realiza leilão de rodovia estadual

05 de dezembro de 2019

Com consultoria da EPL, Mato Grosso do Sul realiza leilão de rodovia estadual

O Consórcio Way – 306 foi o vencedor da concessão da rodovia MS-306, no Mato Grosso do Sul com um lance de R$ 605,3 milhões em valor de outorga. O projeto em leilão foi resultado de consultoria da Empresa de Planejamento e Logística – EPL, que compartilhou a expertise em estruturação de rodovias com o governo sul mato-grossense.

Neste serviço, os técnicos da estatal apresentaram as melhores práticas para a estruturação da concessão rodoviária. A área técnica esclareceu os pontos necessários para a realização dos estudos e construção do contrato. A EPL também prestou o suporte na etapa de debates.

O resultado superou as expectativas do governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que destacou a importância da qualidade dos estudos para o sucesso de leilão. “A outorga foi muito além das expectativas, não fazia parte da proposta econômica do projeto e isto só demonstra a confiança do mercado no Estado de Mato Grosso do Sul e no projeto”, disse.

O contrato de concessão da MS-306 tem estimativa de investimentos de aproximadamente R$ 1,7 bi no período de 30 anos. Segundo estudos, com a concessão deve ocorrer a redução do número de acidentes, a geração de mais de dois mil empregos diretos e indiretos e a diminuição do tempo de deslocamento e economia.

Projetos para os estados

Além da consultoria para o Mato Grosso do Sul, a EPL desenvolve estudos para  Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e para o Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), que reúne os sete estados das duas regiões.

O estatuto social da empresa permite que por estados e municípios interessados em desenvolver a sua infraestrutura logística, seja por meio de concessões de ativos ou no planejamento de longo prazo.