Seu navegador não suporta javascript!

Trem de Alta Velocidade - TAV

Voltar para:  Página Inicial Atividades Finalísticas Atividades Finalísticas Página Inicial Trem de Alta Velocidade - TAV

Projeto TAV - Rio de Janeiro - São Paulo - Campinas

O projeto TAV Rio de Janeiro – Campinas visa a implantação de um moderno sistema de trens de alta velocidade (TAV), adotado em diversos países, interligando as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, cujos serviços representam um novo marco tecnológico para o País ao oferecer aos passageiros, a preços competitivos, um transporte com pontualidade, conforto, segurança e rapidez nas viagens.

A inequívoca importância desse corredor não só pela dimensão e dinâmica de evolução da socioeconomia da sua área de influência, mas também por sua localização estratégica, motivou a realização de diversos estudos visando tornar mais eficiente o atendimento à demanda por transporte na região.

Corredor Rio de Janeiro - São Paulo - Campinas
TAV Rio - Campinas: Traçado Referencial e localização das estações

 

Traçado Referencial

Extensão Total: 510,8 km
Túnel: 90,0km (18%)
Ponte: 107,8km (21%)
Em superfície: 312,1km (61%)

Corredor Rio de Janeiro - São Paulo - Campinas

  • Conecta os principais pólos de podução e consumo do País
    • Participa no PIB nacional: 40%
    • Mais de 20% da população brasileira (37 milhões de habitantes)
      • Região Metropolitana de São Paulo: 19 milhões de habitantes
      • Região Metropolitana do Rio de Janeiro: 12 milhões de habitantes
      • Região Metropolitana de Campinas e Jundiaí: 3,2 milhões de habitantes
      • Vale do Paraíba Paulista: 2,2 milhões de habitantes
      • Vale do Paraíba Fluminese: 668 mil habitantes
  • Região de relevância para o desenvolvimento nacional
  • Constitui o elo central de ligação entre o Norte/Nordeste e o Sul

 

Tais estudos apontam a implantação de um sistema de TAV como a solução mais adequada para atender ao crescente volume atual e de deslocamentos futuros de passageiros na área de influência do eixo compreendido entre o Rio, São Paulo e Campinas.

Diante disso, foram realizadas análises de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA-2009) para detalhar e avaliar condições de implantação de um sistema de TAV, no trecho entre os municípios do Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, na EFF-222, conforme previsto no Sistema Nacional de Viação-SNV.

Esses estudos preveem a construção de 511 km de linhas exclusivas, 91 km em túneis e 108 km em pontes/viadutos, a implantação de 9 estações e a interligação de três dos mais importantes aeroportos do país. Tendo como premissa a transferência da tecnologia a ser implantada, estima a necessidade de investimentos em projetos de engenharia, obras de infraestrutura, sistemas e aquisição de trens, a preços de 2008, de R$ 35,6 bilhões. (saiba mais - http://www.antt.gov.br/index.php/content/view/13203/Estudos_de_Viabilidade.html)

Os resultados do EVTEA-2009 possibilitaram a previsão de custos de investimentos, operação/manutenção, e das projeções de receitas do empreendimento e, a partir desses dados, a concepção de modelagem econômico-financeira do empreendimento e a estrutura de sua implantação por meio da concessão do TAV Rio de Janeiro-Campinas.

Assim, de acordo com o primeiro modelo de implantação concebido, o Edital nº 001/2010 estabeleceu as condições para a concessão do direito de exploração dos serviços do TAV Rio – Campinas, atribuindo ao Concessionário vencedor do certame a responsabilidade de elaborar o projeto, construir e implantar a infraestrutura e os sistemas ferroviários, operar e manter o sistema durante 40 anos. Essa modelagem não se mostrou atrativa para o mercado, não havendo a oferta de propostas por parte de interessados na licitação.

Um novo modelo que prevê a concessão dos serviços ferroviários a grupos interessados e a atribuição ao governo da responsabilidade pela elaboração dos projetos de engenharia, construção da infraestrutura ferroviária e participação acionária no concessionário, orientaram a concepção do Edital nº 001/2012, cujo cronograma de realização foi suspenso antes da data estabelecida para entrega de propostas, em atendimento a solicitações de potenciais investidores e visando tornar o certame mais competitivo.

 Copyright 2015 © EPL - Empresa de Planejamento e Logistica S.A.

TOPO